1000 horas com os grandes músicos do Jazz

Bons tempos esses de Internet em que podemos desfrutar de raridades gratuitamente. Estamos falando dos grandes músicos do Jazz, numa coleção com mais de 1000 horas de gravação. Duke Ellington, Charlie Parker, Thelonious Monk, Chat Baker, Frank Sinatra, Django Reindhart, Billie Holiday e muitos outros estão disponíveis para baixar agora; tudo catalogado por David W. Niven um fanático amante do Jazz.

São registros (shows, data, local, etc) de apresentações ao vivo das maiores lendas do Jazz, catalogadas em mais de 650 fitas-cassete, disponível para streaming e download. O acervo percorre o período de 1921 até 1991. A coleção está hospedada no site Archive.org.

Jazz é uma manifestação artístico-musical originária de Nova Orleães, Chicago e Nova York, nos Estados Unidos. Tal manifestação teria surgido por volta do início do século XX na região de Nova Orleães e em suas proximidades, tendo, na cultura popular e na criatividade das comunidades negras que ali viviam, um de seus espaços de desenvolvimento mais importantes.

O JAZZ

O Jazz se desenvolveu com a mistura de várias tradições religiosas, em particular a afro-americana. Esta nova forma de se fazer música incorporava blue notes, chamada e resposta, forma sincopada, polirritmia, improvisação e notas com swing do ragtime.

As origens da palavra “Jazz” são incertas. A palavra tem suas raízes na gíria norte-americana e várias derivações têm sugerido tal fato. O Jazz não foi aplicado como música até por volta de 1915. Earl Hines, nascido em 1903 e mais tarde se tornou celebrado músico de jazz, costumava dizer que estava “tocando o piano antes mesmo da palavra “Jazz” ser inventada”.

Desde o começo do seu desenvolvimento, no início do século XX, o Jazz produziu uma grande variedade de subgêneros, como o Dixieland da década de 1910, o Swing das Big Bands das décadas 1930 e 1940, o Bebop de meados da década de 1940, o Jazz Latino das décadas de 1950 e 1960 e o Fusion das décadas de 1970 e 1980. Devido à sua divulgação mundial, o Jazz se adaptou a muitos estilos musicais locais, obtendo, assim, uma grande variedade melódica, harmônica e rítmica.

O JAZZ NO BRAZIL

Apesar de o Brasil não ter uma tradição de músicos exclusivamente dedicados ao Jazz, é muito comum a influência desse estilo em alguns gêneros musicais brasileiros, como samba, bossa nova, MPB, choro, xaxado, maracatu, baião, etc.

1000 HORAS COM OS GRANDES MÚSICOS DO JAZZ

 

Veja tudo aqui.

Fontes: Archive | Wikipédia

Página Cultural

Para contribuir com ideias, sugestões e informações, use o e-mail: pagcultural@gmail.com.

1 Comentário

Seu comentário é importante!

Your email address will not be published.

Você pode usaratributos e tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>