A Arte da Rivalidade, um painel revelador da arte moderna

A Arte da Rivalidade – Quatro Amizades que Mudaram a Arte Moderna. A história de quatro amizades extraordinárias que transformaram a arte moderna

Oito artistas geniais e quatro relacionamentos que mudaram os caminhos da arte.

Intensas, conturbadas e competitivas, essas amizades modificaram também os artistas envolvidos, impulsionando cada um deles a novos patamares criativos.

Vencedor do Prêmio Pulitzer, o crítico Sebastian Smee acompanha Édouard Manet e Edgar Degas, Henri Matisse e Pablo Picasso, Jackson Pollock e Willem De Kooning, Lucian Freud e Francis Bacon – e todos aqueles que os cercavam – por Paris, Nova York e Londres, desde o séc. XIX e através do XX, traçando um painel revelador da arte moderna.

“Arrebatador! Acabamos o livro loucos por saber ainda mais sobre arte.” The New York Times


“A perfeita combinação de gosto artístico com compreensão da natureza humana em uma prosa cristalina.” The New Yorker


“Smee escreve belamente. Irresistível.” The Sunday Times


“Bacon gostava de dizer que seus retratos buscavam capturar ‘as pulsações da pessoa’. Revelando esses extraordinários criadores como os inestimáveis catalisadores que eles também foram, Smee transmite exatamente o mesmo a cada página. Sua brilhante biografia de grupo é única.” The Atlantic


“Um trabalho ambicioso e impressionante, escrito de forma soberba.” Publishers Weekly

A Arte da Rivalidade. Quatro Amizades que Mudaram a Arte Moderna (Português) Capa Comum
A Arte da Rivalidade. Quatro Amizades que Mudaram a Arte Moderna (Português) Capa Comum

A Arte da Rivalidade: Compre Aqui
Quatro Amizades que Mudaram a Arte Moderna
Sebastian Smee (Autor)
Célia Euvaldo (Tradutor)


Veja mais sobre Literatura.

Página Cultural

Para contribuir com ideias, sugestões e informações, use o e-mail: pagcultural@gmail.com.

Sem comentários; deixe o seu:

Seu comentário é importante!

Your email address will not be published.

Você pode usaratributos e tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>