A Velha e a Baleia, por Maria Lyra e Luiza Guedes

“A velha olhando o mar, mareava. As miúdas gotas d´água que brotavam do canto do seus olhos eram salgadas como o mar. Isso era milagre pequeno mas muito. A velha olhava o mar e mareava… Magicamente, vinha saudá-la a criatura, mistério e tesouro marinho, surgia do abismo d´água. O mar é o mundo inteiro.”

Por que será que diante do mar e outras forças da natureza nosso olhar embarca e se dissolve com tanta formosura? Que estranho prazer, paz, alegria são essas surgidas do encontro entre nossos olhos e as belezas diversas do mundo? Doce metamorfose a que experimentamos quando nos misturamos ao que vemos, forma de ver(e)ser.

Maria Lyra, ilustradora de palavras e Luiza Guedes, autora de imagens, nos trazem com grande força o universo da contemplação como modo de estar no mundo, e a integração com a natureza como ritual cotidiano – importâncias tão escassas em nossa contemporaneidade. As autoras investem em uma linguagem, seja na escrita ou nos desenhos, que não tenta se infantilizar para alcançar o olhar sensível da criança. Este é um dos elementos que enriquece a obra e é o que a torna apreciável para pessoas de todas as idades.

Serviço:

Lançamento do Livro
A Velha e a Baleia
Textos de Maria Lyra | Ilustrações de Luiza Guedes
23 de março de 2016
Casa da Cultura – 18h00
Praça Cel. Carneiro, 89 – Centro | Uberlândia
info@chiadoeditora.com

Página Cultural

Para contribuir com ideias, sugestões e informações, use o e-mail: pagcultural@gmail.com.

Sem comentários; deixe o seu:

Seu comentário é importante!

Your email address will not be published.

Você pode usaratributos e tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>