Página Cultural Página Cultural Agenda Cultural Roteiro Uberlândia Classificados Contato
Facebook Twitter Google+ Feed

Destaques


- Para contribuir com ideias, sugestões e informações, use o e-mail: pagcultural@gmail.com.

Philip Fearnside em Uberlândia

Para discutir o tema “Mudanças Climáticas”, a Angá, Associação para a Gestão Socioambiental do Triângulo Mineiro, em parceria com a Pós Graduação de Ecologia e Conservação (InBio/UFU), trazem à Uberlândia, no próximo dia 15 de dezembro, um dos maiores especialistas em aquecimento global do mundo. Philip Fearnside, cientista do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) que vem estudando há décadas os ecossistemas tropicais e sua capacidade de suporte frente às populações humanas, tendo a Amazônia brasileira como centro de seus estudos.

Fearnside fará duas palestras, a primeira focando os projetos de geração de energia que desconsideram os impactos negativos que causam ao meio ambiente e os danos irreversíveis que podem acarretar ao Planeta. “Ele abordará, por exemplo, a construção da Usina de Belo Monte, empregando todo o conhecimento científico que vem acumulando sobre a região, desde a década de 70”, relata o presidente da Angá, Gustavo Malacco. Na segunda palestra, Philip falará dos prejuízos que as mudanças climáticas acarretarão aos serviços ambientais, benefícios que o ser humano retira dos ecossistemas: água doce, controle de erosão, regulação do clima, entre outros.

Serviço:

5º Pense Repense, olhar para a Amazônia
Com Philip Fearnside
15 de dezembro de 2011
Entrada Franca
Fone: (34) 9656-6266

9h – Auditório do bloco 2A – Campus Umuarama
Palestra: Impactos Socioambientais dos Empreendimentos Hidrelétricos

15h – Anfiteatro 5OA-B – Campus Santa Mônica
Palestra: Mudanças Climáticas como ameaça aos serviços ambientais da Amazônia

Philip Fearnside, cientista do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), é considerado um dos maiores especialistas em aquecimento global do mundo. Desde a década de 70, o pesquisador tem se dedicado a estudar os agroecossistemas tropicais e sua capacidade frente às demandas das populações humanas, apontando os equívocos que devemos evitar na busca do desenvolvimento sustentável. Em 2006, Philip recebeu do Ministério do Meio Ambiente o Prêmio Chico Mendes com 1° lugar na área de Ciência e Tecnologia e, no mesmo ano foi considerado pelo Instituto de Informações Científicas (Thomson-ISI) como o segundo cientista mais citado no mundo na área de aquecimento global.

Foto na home: Gustavo Scatena/Especial para Terra










2 Comentários

  1. Fica o convite ao Sr. Gilberto Grando que compareça nas palestras do Dr. Philip. Durante o evento o Sr. terá liberdade para debater as questões levantadas acima. A pluridade de idéias é importante no crescimento desta nação.

  2. Impressionante a ignorancia dos povos que estão para serem subjugados pelo neo-colonialismo anglo-holandes! Não percebem e não veem quem paga estas ONGS!!

    Eles somente querem nos impedir de progredir e implantar este novo colonialismo absurdo!!

    O clima da terra é ciclico. Vai e volta com periodos de 11 mil anos….ate os maias ja sabiam disto!!
    É uma pena..

Gostou? Deixe um comentário:

Seu comentário só será publicado após aprovação do moderador.

*