#Fake

Deu na “Folha”: por US$5, é possível arrematar 4.000 novas amizades no Facebook; por US$40, 10.000 amigos curtem uma foto sua; por US$700, você leva um software para criar seus próprios amigos; por US$3.700, dá pra comprar 1 milhão de amigos no mundinho azul de Mark Zuckerberg.

Olooooooooooooooooooooko. Então vou investir logo US$ 3.700 no pacote Roberto Carlos, comprando um milhão de amigos. O mais caro e o mais completo, um milhão de miguitos no Face, que meigo. Ashuashuashuashua! #ummilhãoadicionados. Retorno em massa. O Google rastreando meu perfil de vinte Morumbis e me implorando parceria pra entupir minha página de anúncios. #vouficarricojá.

Mas pode bem ser que eles mesmos ou outros do naipe estejam por trás do golpe. A trollagem do século. Kkkkkkkkkkkkk. Naum tô viajando naum: imagina que o site que vende os bagulhos é deles, mas ninguém sabe. Eles faturam aquela grana no atacadão da amizade e depois dão uma de bonzinhos, colocam suas Corporations como vítimas da invasão dos seres inexistentes e dizem que vão processar os autores do atentado – que são eles mesmos. Vaza pra mídia. #deubuxixo. Ganham de tudo que é lado, como sempre.Rsrsrsrsrsrs. E quem caiu na armação? #táferrado. Vergonha virtual. Só que enquanto o golpe não é pego, é nois na selfie. Bacana ter lá no perfil milhares ou milhões. #muitodahora. Tô até me vendo em outra vibe. Causei. Celebrizei, bró. Perfil lotado, ó que demais!

Mas e se alguém resolve fuçar naquela renca de amigos? Vem junto nome, foto e perfil da galera toda? #aêvacilão. Fora que vai ter neguinho a dar com pau querendo comprar amigo de baciada, pra não ficar por baixo. Todo mundo vai querer ter uns vinte ou trinta mil para arrotar network. Vão sacar a faketrua. #saidessaagora. Partiu pra explicar a história. Passar de 500 pra 15.000 em duas horas, tá na cara que é comprado. Pra ter seguidor assim, nem ressuscitando o John Lennon, nem descobrindo a cura da calvície, nem botando o Maluf pra ver o sol nascer quadrado. #vaidarbeó.

Enquanto isso, eu vou bombar. #eupravereador. Tô nem, amizade até a tampa, as mina pira, véi. #ProntoFalei.

Marcelo Sguassabia

Marcelo Sguassabia

Redator publicitário, pianista diletante, beatlemaníaco desde sempre e amante de filmes e livros que tratem de viagens no tempo.

Sem comentários; deixe o seu:

Seu comentário é importante!

Your email address will not be published.

Você pode usaratributos e tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>