Jovens devem vacinar-se contra HPV e Meningite C nas unidades de saúde

Jovens devem vacinar-se contra HPV e Meningite C – Estão disponíveis nos postos de saúde para adolescentes de 09 a 14 anos a vacina contra a Meningite C e HPV. A imunização pode ser tomada em qualquer época do ano, independente de haver ou não campanha. A vacina pode ser um reforço ou uma dose única, dependendo se o paciente já tiver recebido a dose antes.

Jovens de 9 a 14 anos devem se vacinar contra Meningite C e HPV
Jovens de 9 a 14 anos devem se vacinar contra Meningite C e HPV

HPV e Meningite C: conheça os grandes vilões

HPV é o codinome do papilomavírus humano, um agente infeccioso que se instala na pele ou em mucosas e tem o poder maligno de provocar infecções, verrugas genitais e cânceres – como o de colo do útero e o de pênis. A vacina detona os vírus e, por isso, ela é tão importante nessa fase da vida dos adolescentes.

Existem mais de cem diferentes tipos de HPV, mas os principais são combatidos com duas doses da vacina, que estão disponíveis gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Meninos de 12 e 13 anos e meninas de 9 a 14 anos devem se imunizar procurando uma unidade de saúde com a caderneta de vacinação, que mostra seu histórico de vitórias contra os vírus. Essa é a primeira vez que jovens do sexo masculino entram no esquema vacinal de HPV do Ministério da Saúde.

A Meningite C é um dos tipos de um perigoso processo inflamatório das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal. Elas são causadas por diversos agentes infecciosos, como bactérias, vírus, parasitas e fungos. A partir de 2017, adolescentes de 12 e 13 anos podem ir ao SUS tomar a vacina e ficar mais fortes para as próximas fases da vida.

Tire suas dúvidas sobre HPV e Meningite C

O que é o HPV?

É um vírus que se instala na pele ou em mucosas, pode ficar no organismo durante anos de maneira adormecida, e pode evoluir para cânceres, como o de colo do útero, vulva, vagina, pênis, ânus e orofaringe.

Como ocorre o contágio do HPV?

A transmissão ocorre por contato direto com a pele ou mucosa infectada, não necessariamente apenas por relações sexuais. Também pode ser transmitido de mãe para filho durante o parto.

Quais os tipos de HPV que apresentam risco de desenvolver o câncer?

O HPV pode ser classificado em tipos de baixo e de alto risco de desenvolver câncer. Existem 12 tipos identificados como de alto risco (HPV tipos 16, 18, 31, 33, 35, 39, 45, 51, 52, 56, 58 e 59), que têm probabilidade maior de persistir e estarem associados a lesões pré-cancerígenas.

Os HPVs de tipo 16 e 18 causam a maioria dos casos de câncer de colo do útero em todo o mundo (cerca de 70%). Eles também são responsáveis por até 90% dos casos de câncer de ânus, até 60% dos cânceres de vagina e até 50% dos casos de câncer vulvar.

Os HPVs de tipo 6 e 11, encontrados na maioria das verrugas genitais (ou condilomas genitais) e papilomas laríngeos, parecem não oferecer nenhum risco de progressão para malignidade.

O que é Meningite C?

A meningite é um processo inflamatório das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal.

Quais os sintomas da Meningite C?

Os principais sinais e sintomas são: febre alta que começa abruptamente, dor de cabeça intensa e contínua, vômito, náuseas, rigidez de nuca e manchas vermelhas na pele (petéquias).

Em crianças menores de um ano de idade, os sintomas referidos acima podem não ser tão evidentes, devendo-se atentar para a presença de moleira tensa ou elevada, irritabilidade, inquietação com choro agudo e persistente, e rigidez corporal com ou sem convulsões.

Como se transmite a Meniginte C?

Em geral, a transmissão é de pessoa a pessoa, através das vias respiratórias, por gotículas e secreções do nariz e da garganta.

A transmissão fecal-oral é de grande importância para a meningite viral, em infecções por enterovírus.

Jovens devem vacinar-se contra HPV e Meningite C. Procure uma unidade de saúde e vacine-se! Não esqueça de levar a caderneta!

Outras informações no site do Ministério da Saúde.

O HPV é um vírus que se transmite no contato pele com pele, por isso pode ser considerado uma doença sexualmente transmissível. No primeiro contato sexual 1 em cada 10 meninas chega a entrar em contato com o vírus.
O HPV é um vírus que se transmite no contato pele com pele, por isso pode ser considerado uma doença sexualmente transmissível. No primeiro contato sexual 1 em cada 10 meninas chega a entrar em contato com o vírus.

Página Cultural

Para contribuir com ideias, sugestões e informações, use o e-mail: pagcultural@gmail.com.

Sem comentários; deixe o seu:

Seu comentário é importante!

Your email address will not be published.

Você pode usaratributos e tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>