Meu Próprio Amor

Eu já não sinto mais o mesmo amor.
Aquele amor diminuído, exacerbado. Impossível.
Aquele amor corroído, sem começo e sem fim.
O meu amor de hoje, é amor novo.
É vigorante, é real e feito de possibilidades.
Não é mais figurante, nem desesperador.
O meu amor de hoje, é calmo e sincero.
Não existe mais aquele amor, que doí, que consome e que mente.
O meu amor de hoje é amante e não muda assim tão de repente,
porque o amor de hoje, é simples e de tão simples,
é mesmo o meu amor.

Camila Reffatti

Camila Reffatti

Sei que quando sinto, eu sou. Então vou sendo agora, depois agora no futuro, mas nunca esquecendo do agora que já foi. Vou sendo, até que não cabe mais ser agora.

Sem comentários; deixe o seu:

Seu comentário é importante!

Your email address will not be published.

Você pode usaratributos e tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>