Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras

Inscrições para o 4º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras – O Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos Neves – CADON deu início à produção do 4º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras.

O prêmio tem como objetivo, atender as expressões artísticas de estética negra, nos segmentos de artes cênicas, música e um prêmio especial na área de preservação de bens culturais.

As inscrições de projetos estão abertas e vão até o dia 08 de maio de 2017, então se atente ao prazo final. Essa é mais uma edição do Prêmio que conta com o patrocínio da Petrobrás e que desde a primeira edição em 200, acredita e investe no projeto, que contribui para a valorização e fortalecimento dos produtores, artistas e empreendedores que trabalham com a temática de matriz africana.

4º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras

O projeto também tem apoio da Fundação Cultural Palmares, que é apoiadora desde 2006 e proporcionou a concretização dessa ação afirmativa, e que vem ganhando visibilidade a cada ano, trazendo um olhar mais atento e profundo para as questões com a temática negra e que mostra a força da nossa identidade cultural que foi e é fundamental na construção de costumes do Brasil e que ainda resiste.

Nesse ano o prêmio tem algumas novidades. Nesta edição, as modalidades focam na democratização do acesso, com o objetivo de atingir pessoas de várias regiões do país, principalmente as que não têm acesso aos bens culturais e vivem longe dos grandes centros urbanos.

O proponente terá a possibilidade de propor projetos inovadores, que façam uso ou não de recursos tecnológicos, podendo misturar linguagens ou veicular no ambiente virtual (website, Facebook, Youtube, Instagram).

O valor total de premiação da 4ª edição será de R$ 900.000,00 (novecentos mil reais), distribuídos entre 11(onze) projetos:

• Artes Cênicas – 05 projetos de até R$ 80.000,00

• Música – 05 projetos de até R$80.000,00
• Prêmio Especial – 01 projeto de até R$100.000,00(área de Preservação e Difusão do Patrimônio Cultural e Histórico da Cultura Afro-brasileira)

Quem Pode Participar

Pessoas jurídicas, de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos, com efetiva e comprovada atuação na área cultural, especialmente as que promovem a difusão e a valorização das expressões culturais afro-brasileiras e que estejam em conformidade com as condições definidas no edital.

Maiores informações e inscrições, acesse o site http://www.premioafro.org/

Página Cultural

Para contribuir com ideias, sugestões e informações, use o e-mail: pagcultural@gmail.com.

2 Comentários
  1. Parabéns pela iniciativa desse prèmio de cultura afro. Tem alguns políticos de Uberlândia que nunca fizeram nada pela cultura afro local e estão incluidos na Operação lava jato são eles os irmãos Prados, Elismar e Welligton Prado e o ex-deputado federal João Bittar, receberam propina da Odebrech, tomara que o juiz Sérgio Moro coloque eles na prisão. – Fonte Jornal Valor Econômico.

  2. Preservação e Difusão do Patrimônio Cultural e Histórico da Cultura Afro-brasileira: bem que em memória a Grande Otelo merecia reconstruir o teatro que leve seu nome na cidade, mais o ex-prefeito Gilmar Machado não teve interesse nenhum em cumprir sua promessa de campanha que era reconstruir o teatro,agora está querendo voltar ao poder.

Seu comentário é importante!

Your email address will not be published.

Você pode usaratributos e tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>