Quando a gente chora

Quando a gente chora, nunca é por uma única coisa. Na lágrima que cai está contido tudo o que somos e o que vivemos. Nossa bagagem emocional é sempre um emaranhado sem fim. Quando a gente chora, nunca é uma única dor, porque tudo o que já nos machucou na vida, permanece tatuado na nossa pele, nosso coração e nossa memória. Assim como a felicidade percorreu longas estradas para ser reconhecida também em uma lágrima. Quando a gente chora, é a reunião de tudo. Nunca é apenas por um amor mal resolvido, é também por todas as outras histórias que nos frustraram. Nunca é apenas a saudade de algo ou alguém, é também por tudo aquilo que já te fez sentir saudade na vida e que te permite reconhecer o que é esse sentimento. Não é apenas uma única vitória, são todas aquelas dificuldades que você superou, pequenas e grandes. Quando a gente chora, é com nossa alma inteira e tudo o que há ela pertence. Nossas dores, alegrias, raivas, sorrisos, saudades,amores, pesares… É tanto sentir que pesa em uma única lágrima. O que me emociona nunca vai ser uma única coisa, porque tudo o que me toca, percorreu um caminho para ser aquilo que me faz chorar e quando a lágrima escorre, derrama junto toda essa trajetória. Quando a gente chora, é sempre com o peso inteiro de nossas vidas.

Camila Reffatti

Camila Reffatti

Sei que quando sinto, eu sou. Então vou sendo agora, depois agora no futuro, mas nunca esquecendo do agora que já foi. Vou sendo, até que não cabe mais ser agora.

Sem comentários; deixe o seu:

Seu comentário é importante!

Your email address will not be published.

Você pode usaratributos e tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>